Arquivo da tag: energia fotovoltaica

BNDES muda regra para financiamento de painéis solares

      A implantação de sistemas de geração de energia solar permite aos usuários reduzirem os valores gastos com a conta de luz, já que passarão a gerar sua própria energia e poderão, dependendo de sua região, ganhar créditos vendendo o excedente da energia produzida para a distribuidora. Além disso, o benefício se estende também para o sistema elétrico, já que com vários pontos de geração espalhados por residências e comércio, reduz-se a demanda energética da rede e com isso diminui-se o risco de interrupção do fornecimento de energia. Desta forma, o BNDES muda a regra para financiamento de painel solar. Mas, como isso funciona?

       Os limites do Fundo Clima atingem até 80% dos itens financiáveis, podendo chegar a R$ 30 milhões a cada 12 meses por beneficiário. Tanto para pessoas físicas quanto para pessoas jurídicas (empresas, prefeituras, governos estaduais e produtores rurais). Não há valor mínimo para aquisição dos equipamentos e o prazo é de até 12 anos. A taxa de juros depende da forma de apoio, do porte do cliente e de cada item financiado, conforme a seguir:

   

     Como os sistemas de geração tem garantia de funcionamento e geração energética por no mínimo 20 anos, essa mudança no programa é um atrativo imenso para conquistar a liberdade energética e se livrar das multas, bandeiras tarifárias e constantes reajustes no valor pago pelo kWh. O objetivo é financiar produções e aquisições com altos índices de eficiência energética, ou que contribuam para redução de emissão de gases de efeito estufa. A mudança é mais uma atitude do BNDES para incentivar o cidadão brasileiro a investir em sustentabilidade e economia de energia.

 

E aí, vamos acabar com sua fatura também? 

Entre em contato com a INOVATECH!

Nos faça uma visita!

Horário de Atendimento:

Segunda a Sexta-feira

08:30 – 11:30 e 13:30 – 17:30

Avenida Colombo, 5790, Bloco 5 – Sala 07A

Universidade Estadual de Maringá – Maringá, Paraná

Porque a Copel quer que você tenha painéis fotovoltaicos?

      Como já foi visto no texto “Energia Solar: Fonte de energia do presente para o futuro!” disponível aqui no Blog, os painéis fotovoltaicos fazem parte de uma tecnologia cada vez mais presentes em residências e empresas. Além de diminuir o impacto ambiental, a instalação de painéis é uma medida que acaba pesando menos no bolso de quem resolve adotar, sendo que o retorno, a médio e longo prazos, é alto. Porém, ainda temos uma questão a responder: Qual é a vantagem dos painéis fotovoltaicos para empresas distribuidoras de energia, como a Copel?

 

      Com o aumento dos aparelhos eletrônicos, a tendência é cada vez mais a energia elétrica ser utilizada. Na época de altas de temperaturas, principalmente no verão, muitas casas utilizam climatizadores e condicionadores de ar, acarretando em um maior uso da rede elétrica. Para conseguir suprir a demanda de energia, a Copel coloca em prática algumas estratégias, como o uso de suas termelétricas, porém isso encarece o custo da energia, pois a distribuidora precisará injetar mais energia na rede. No entanto, se o número de unidades geradoras de energia solar fotovoltaica aumentar, muitas casas ou empresas já produzirão sua própria energia elétrica, sendo inclusive capazes de gerar um crédito de energia com a empresa distribuidora. Esse crédito é injetado na rede caso a energia produzida ultrapasse a energia consumida e poderá ser utilizado posteriormente em dias que há pouca ou nenhuma geração, como dias chuvosos ou de noite. Com as pessoas gerando sua própria energia e com os créditos, o uso da rede elétrica acaba “desafogando”, fazendo com que precise ser ativada uma menor quantidade de termelétricas, consequentemente, não elevando tanto o custo da energia, pois não foi preciso injetar tanta energia na rede como anteriormente.

 

      Vale citar também que com o aumento da energia produzida por painéis fotovoltaicos, a Copel terá menos prejuízos envolvendo a perda da transmissão de energia, sendo elas técnicas, como a transformação da energia elétrica em térmica nos condutores, ou comerciais, que muitas vezes são ligações clandestinas, furtos etc. Essa perda de energia se dá pelo fato de grande parte das usinas geradores serem distantes dos locais de distribuição, resultando até mesmo em uma energia de menor qualidade, pois acaba sendo produzido mais do que é comercializado. Em suma, pode-se ser observado que os painéis fotovoltaicos são vantajosos para os consumidores e para os distribuidores de energia elétrica, além disso, sendo o Brasil um país tropical, essa será uma tecnologia que poderá ser muito bem explorada em nosso território, pois é limpa, ecológica e renovável, combinando perfeitamente com o clima de país.

 

      Faça já um orçamento totalmente gratuito e saiba quanto você economizaria ao utilizar painéis fotovoltaicos!

Energia Solar: Fonte de energia do presente para o futuro!

    O painel solar fotovoltaico é um fonte de energia que converte a energia da proveniente da luz do sol em energia elétrica. São constituídas por células solares (normalmente feitas de cristal de silício ultra-puro) responsáveis em captar a luz do sol (fótons) que  quando colidem com os átomos desses materiais, provocam o deslocamento dos elétrons, gerando uma corrente elétrica, usada para carregar uma bateria, por exemplo.

     A tecnologia está em constante aprimoramento e vem ganhando espaço na matriz energética de diversos países, a Alemanha por exemplo tem na sua matriz energética elétrica 30% de fontes renováveis (2017), sendo que a principal é a eólica e a energia solar. No Brasil as placas fotovoltaicas vem ganhando espaço no mercado brasileira durante os últimos anos devido a uma resolução da ANEEL que viabilizou a utilização de fontes renováveis de energia para uso pessoal, de indústrias e de comércios, e de outubro de 2016 a maio 2017 já haviam dobrado o número de edificações com instalações de painéis fotovoltaicos, como podemos ver na matéria no site da Época.

     Algumas pessoas pensam que o painel fotovoltaico visa somente a sustentabilidade, porém pode ser um excelente investimento a médio prazo uma vez que o valor investido é retornado em média dentro de cinco anos. Como sua vida útil é de no mínimo 25 anos, durante os anos seguintes você não vai precisar se preocupar em pagar sua fatura de energia.

    Devido ao grande retorno econômico, muitas pessoas e  empresas estão investindo na instalação dos painéis fotovoltaicos, já que ao produzir sua própria energia, o estabelecimento fica livre do constantes reajustes das tarifas de energia, das taxas extras de cobrança na energia e das temidas bandeiras vermelhas.

    Além disso, sua propriedade ainda pode ser valorizada em até 8% com a instalação do sistema fotovoltaico. Também  é possível abater a conta de energia elétrica em outros  locais (desde que sejam da mesma concessionário de energia e tiverem o mesmo CPF ou CNPJ nos imóveis). 

    Com os constantes aumentos do custo dos combustíveis fósseis, desenvolvimento de fontes renováveis e constantes medidas ambientais adotadas pela sociedade, tudo indica que este setor crescerá muito nos próximos anos.
     Clique aqui se quiser saber mais!

Energia Renovável: Conheça mais sobre

    Bem vindo, caro leitor!    

    O tema de hoje será energia renovável, juntamente temos um material feito pela revista Exame sobre o assunto.

    Energia renovável é basicamente uma energia limpa que vem de recursos naturais e são reabastecidos naturalmente, por exemplo:

    Sol, Ventos, Chuvas, Marés, Fluxos de massa de água e energia geotérmica.

    Muitas pessoas optam por essa alternativa para contribuir para o meio ambiente aliado ao simples fato de economizar dinheiro e é ai que entra a energia renovável.

     Mas por que não conheço ninguém que tenha instalado uma fonte de energia renovável ou não ouço falarem muito disso?

    Até um tempo atrás, muitas normas e  inviabilizavam o uso de fontes alternativas de energia, pois diziam que poderia derrubar o mercado de produção e distribuição de energia. Porém em 24 de Novembro de 2015, a resolução normativa Nº 687 da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) viabilizou a utilização de fontes renováveis de energia, ou seja, permitiu a utilização de fontes geradoras de energia renovável, que por consequência houve uma redução relevante na conta de luz das pessoas que optaram por ser pioneiras e utilizar desse recurso em suas residências, empresas e indústrias.

    Com essa resolução normativa e com as constantes melhorias nesse setor, muitas pessoas estão optando pela energia renovável com objetivo de ter um retorno financeiro, que seria de médio a longo prazo. Se a energia captada for através de painéis solares fotovoltaicos temos ainda mais benefícios como redução de 100% do consumo, a valorização do valor do imóvel, uma grande durabilidade, payback médio de 5 anos e baixa taxa de manutenção dos equipamentos, além de uma facilidade de obtenção de crédito para financiamento.

    Segundo a ANEEL, estima-se que até 2024 cerca de 1,2 milhão de unidades consumidoras brasileiras devem produzir a própria energia elétrica, e no mundo todo devem ser investidos 7,6 trilhões de dólares em energia renovável até 2040.

    Se interessou? Converse conosco e tire suas dúvidas!