Categorias
Engenharia Mecânica

O que é Engenharia Reversa?

    A Engenharia Reversa pode ser observada desde cedo na vida das pessoas pois toda criança, em alguma fase da sua vida, já desmontou um brinquedo ou algum aparelho eletrônico para entender como eles funcionam, essa ideia de se desmontar e estudar o funcionamento de um brinquedo ou aparelho qualquer vai muito além de uma brincadeira de criança. A técnica consiste essencialmente em descobrir os princípios tecnológicos e o funcionamento de uma máquina por meio do desmanche e fracionamento de suas peças.

    Não temos uma data correta do surgimento dela, mas durante a Segunda Guerra Mundial, houve um grande uso dela quando os japoneses começaram a estudar as armas de seus inimigos, desmontando-as e entendendo o funcionamento. Ela também é muito utilizada na espionagem industrial por empresas, que utilizam disso para copiar e aprimorar a tecnologia de seus concorrentes.

Entretanto, a engenharia reversa não é utilizada somente para copiar produtos, mas também para entender o funcionamento de algo e com isso aprimorá-lo e até desenvolver uma nova tecnologia através dele. A engenharia reversa também é utilizada na engenharia de software em programas que não possuem código aberto e por meio dela pode-se fazer análises minuciosas sobre o comportamento do software para que possa entender o que se passa internamente e assim poder ser reproduzido.

    Quer saber como utilizar os benefícios da Engenharia Reversa na sua empresa?  Clique aqui e fale com a INOVATECH!

(44) 3011-3852

Categorias
Energia Renovável Engenharia Elétrica

BNDES muda regra para financiamento de painéis solares

      A implantação de sistemas de geração de energia solar permite aos usuários reduzirem os valores gastos com a conta de luz, já que passarão a gerar sua própria energia e poderão, dependendo de sua região, ganhar créditos vendendo o excedente da energia produzida para a distribuidora. Além disso, o benefício se estende também para o sistema elétrico, já que com vários pontos de geração espalhados por residências e comércio, reduz-se a demanda energética da rede e com isso diminui-se o risco de interrupção do fornecimento de energia. Desta forma, o BNDES muda a regra para financiamento de painel solar. Mas, como isso funciona?

       Os limites do Fundo Clima atingem até 80% dos itens financiáveis, podendo chegar a R$ 30 milhões a cada 12 meses por beneficiário. Tanto para pessoas físicas quanto para pessoas jurídicas (empresas, prefeituras, governos estaduais e produtores rurais). Não há valor mínimo para aquisição dos equipamentos e o prazo é de até 12 anos. A taxa de juros depende da forma de apoio, do porte do cliente e de cada item financiado, conforme a seguir:

   

     Como os sistemas de geração tem garantia de funcionamento e geração energética por no mínimo 20 anos, essa mudança no programa é um atrativo imenso para conquistar a liberdade energética e se livrar das multas, bandeiras tarifárias e constantes reajustes no valor pago pelo kWh. O objetivo é financiar produções e aquisições com altos índices de eficiência energética, ou que contribuam para redução de emissão de gases de efeito estufa. A mudança é mais uma atitude do BNDES para incentivar o cidadão brasileiro a investir em sustentabilidade e economia de energia.

 

E aí, vamos acabar com sua fatura também? 

Entre em contato com a INOVATECH!

Nos faça uma visita!

Horário de Atendimento:

Segunda a Sexta-feira

08:30 – 11:30 e 13:30 – 17:30

Avenida Colombo, 5790, Bloco 5 – Sala 07A

Universidade Estadual de Maringá – Maringá, Paraná