O que são bandeiras tarifárias?

A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) anunciou que a bandeira tarifária de novembro será vermelha em patamar 2 e que o valor cobrado nas contas de luz já virá reajustado para R$ 5 a cada 100 kWh de energia consumidos. A do mês de Outubro também havia sido, porém a tarifa estava em R$3,50.

Mas por que isso acontece?

O sistema de bandeiras tarifárias foi criado em 2015 para que com a queda na produção das hidrelétricas, os gastos gerados no uso de termelétricas fossem recompostos devido ao seu elevado preço.

A bandeira vermelha é uma tarifa extra cobrada na conta de energia. Isso ocorre quando a produção de energia não está favorável devido à falta de chuvas, que acaba reduzindo o armazenamento dos reservatórios das hidrelétricas. Quando isso ocorre a ANEEL decreta a bandeira tarifária vermelha.

Quando a bandeira vermelha é ativada, acontece um aumento de R$3,00 ou R$5,00 a cada 100 kWh de energia consumido, existem também a bandeira amarela que é R$ 1,00 a cada 100 kWh e a bandeira verde que não possui uma cobrança adicional.

Preço por bandeira tarifária

Além da bandeira vermelha a conta de energia pode encarecer ainda mais, pois os tributos serão aumentados sobre o diesel, combustível utilizado nas termelétricas.

Uma maneira de combater esse aumento na cobrança da energia, é instalação é utilização de painéis fotovoltaicos, que você pode conferir no outro texto do nosso blog: Painel Fotovoltaico, a energia do presente e do futuro.